aBlog

Detox já! Como eliminar o inchaço e combater os excessos do final de ano

Detox já! Como eliminar o inchaço e combater os excessos do final de ano

Início de ano é sempre igual: enquanto lutamos para retomar o ritmo de vida normal, reassumir os compromissos e voltar à rotina, é preciso lidar com as consequências dos excessos das festas típicas do período que passou. Uma das queixas mais comuns é o inchaço que pode ocorrer nesta época. Se este é o seu caso, confira nossas dicas de tratamentos para eliminá-lo.

Não por acaso, procedimentos para desinchar e perder medidas estão entre os mais procurados no início do ano. Uma das soluções mais eficazes é o Flash Detox, conhecido pelo termo “para caber no vestido no dia seguinte”. O tratamento oferecido pelo Estúdio Mais atua removendo as toxinas das células de gordura a partir da drenagem linfática. Com isso, é possível reduzir edemas – o acúmulo de líquido no tecido subcutâneo que ocorre quando os fluidos dentro dos vasos sanguíneos ou linfáticos extravasam para a pele – e celulite.

O Flash Detox auxilia na redução de medidas graças à aplicação da técnica em conjunto com o uso de ativos que aceleram o metabolismo. O procedimento pode ser potencializado com o uso de Heccus – tratamento que combina ultrassom de alta potência, Corrente Aussie e correntes elétricas polarizadas – ou Radiofrequência – eficaz na redução de gordura localizada e flacidez da pele – para alcançar os melhores resultados.

A diferença aparece rapidamente: a partir da primeira sessão já é possível notar a perda de medidas, que pode chegar a até 15 cm (na soma das medidas). Cada sessão dura cerca de 1h30 e especialistas recomendam um mínimo de 10 sessões com intervalo de uma semana entre elas para que os efeitos sejam mais duradouros.

Afinal, como funciona a drenagem linfática?

O sistema linfático é composto por uma rede de vasos que leva para a corrente sanguínea o excesso de fluidos dos tecidos e dos órgãos (linfa). O processo de chegada dos fluidos aos tecidos é mais intenso que o da saída. Assim, há excesso de líquido no espaço entre as células, que é, então, reabsorvido pelos capilares linfáticos. Portanto, o fluido dos tecidos que não volta aos vãos sanguíneos é drenado para os capilares linfáticos existentes entre as células.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a drenagem linfática tem como objetivo aumentar o volume e a velocidade da linfa a ser transportada pelos vasos e ductos linfáticos, por meio de manobras que imitem o bombeamento fisiológico. Ela tem influência direta no aumento da oxigenação dos tecidos, favorece a eliminação de toxinas e metabólitos, aumenta a absorção de nutrientes por meio do trato digestório, aumenta a quantidade de líquidos a ser eliminada e melhora as condições de absorção intestinal, entre outras funções.

Com isso é possível reduzir edemas e obter maior hidratação e nutrição celular, maior rapidez na cicatrização de um ferimento (em consequência de uma melhor irrigação sanguínea decorrente da diminuição do edema) e reabsorção mais rápida de hematomas e equimoses.

A drenagem manual é uma técnica composta por manobras suaves, lentas e rítmicas feita com as mãos, que devem obedecer ao trajeto do sistema linfático superficial. Ela tem por objetivo a redução de edemas e linfedemas (que surgem em situações pós-traumáticas, pós-operatórias, de distúrbios circulatórios venosos e linfáticos de diversas naturezas) e a prevenção ou a melhoria de algumas de suas consequências.

Quer saber qual é o tratamento mais indicado para o seu caso? Agende uma visita em uma das unidades do Estúdio Mais!



Compartilhe: