aBlog

Adolescência: veja dicas de cuidados com a pele nesta fase

 

A adolescência é um período em que ocorrem muitas mudanças no corpo. Além de alterações psicológicas e sociais, a transição entre a infância e a fase adulta é repleta de transformações físicas que estão diretamente ligadas à ação dos hormônios sexuais. Eles são os principais responsáveis pelas alterações das características da pele, assim como pelo surgimento da acne.

A ação dos hormônios

Esses hormônios, chamados andrógenos e estrógenos, são produzidos pelos ovários (nas mulheres) e testículos (nos homens) e também pelas glândulas suprarrenais (duas pequenas glândulas situadas sobre os rins), em ambos os sexos.

A produção dos andrógenos é maior nos homens e a dos estrógenos é maior nas mulheres. Eles são os responsáveis pelo início do funcionamento das chamadas glândulas sebáceas, que são mais ativas no rosto e na região do peito e das costas e no couro cabeludo.

Essas glândulas estão presentes no organismo desde o nascimento, mas são mais ativas na puberdade, geralmente entre os 14 e os 19 anos.

Acne: saiba identificar!

Principalmente em pessoas com predisposição genética, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, é nesta fase que ocorrem sintomas como cravos, pápulas, pústulas, nódulos e até cistos, que podem ser muito dolorosos e deixar cicatrizes.

Por que piora?

A acne pode piorar em situações de estresse ou no período menstrual. Certos medicamentos, como corticoides, vitaminas do complexo B, exposição exagerada ao sol, contato com óleos ou produtos gordurosos, estação do ano (especialmente inverno) e, principalmente, o hábito de mexer nas lesões (“espremer cravos e espinhas”) pioram o quadro.

Cinco dicas para ter uma pele bonita e saudável

Espinhas têm solução. Além de cuidados diários, como realizar a higiene adequada da pele com um sabonete ou produto de limpeza indicado especialmente para pele acneica ou oleosa, alguns procedimentos são indicados para tratar a acne que aparece na adolescência.

O principal é a Limpeza de Pele, que faz parte do Programa de Combate à Acne do Estúdio Mais. Por meio da assepsia, exfoliação e extração, o tratamento remove o acúmulo de impurezas, como cravos, espinhas e células mortas causadas por poeira, bactérias e poluição, promovendo uma pele mais homogênea e livre de oleosidade excessiva.

O Peeling, por sua vez, utiliza elementos químicos, como o ácido salicílico, para atuar na redução da oleosidade da pele. O tratamento tem efeito secativo em espinhas presentes e clareia manchas, melhorando o aspecto geral da pele a partir da primeira sessão.

Não se esqueça de usar sempre produtos adequados para o tratamento da acne no dia a dia. E, por fim, pratique exercícios físicos para ajudar na circulação do sangue no organismo, melhorando a saúde da pele e do corpo.

Quer saber qual é o tratamento mais indicado para o seu caso e melhorar a autoestima? Agende uma visita em uma das unidades do Estúdio Mais.



Compartilhe: